Setlist de 4 de Março de 2006


Rita Lee
Originally uploaded by Stuart Murdoch.

Maio marcará o regresso de um mito da música brasileira. Um dos nomes maiores do movimento tropicalista pisará o palco do The Barbican. Neste teatro londrino, alguns afortunados terão a possibilidade de ver e ouvir um dos projectos que ditou os caminhos da pop contemporânea. Desde Kurt Cobain a John Peel, passando por David Byrne, Beck, Gruff Rhys, Stereolab, Belle & Sebastian, Yo la Tengo, etc... Todos eles foram tocados pela sonoridade pioneira, caótica por vezes, deste trio. Os Mutantes estão de volta, para um concerto em Londres no dia 22 de Maio. Projecto formado por Arnaldo Baptista, Sérgio Baptista e Rita Lee (na foto), acompanhados mais tarde por Dinho, são cúmplices da revolução sonora na música brasileira, denominada Tropicália. Com eles, viajam até Londres nomes como Gilberto Gil, Gal Costa e Tom Zé. Todos eles se encontrarão num evento intitulado « Tropicalia : a revolution in brazilian culture », a decorrer até dia 22 de Maio na capital britânica. Estão previstos, para além de concertos, exposições, conferências, e a apresentação de um interessante album de remisturas a cargo de Gruff Rhys, Sean O'Hagan, The Bees e o mítico Rogério Duprat. Por algumas semanas Londres vestirá o verde e amarelo. Bat macumba !

Para os menos atentos, o movimento tropicalista revestiu-se de uma enorme importância histórico-política e cultural. Poderão encontrar mais informações em sites como : www.wikipedia.org, www.caetanoveloso.com.br, ou em http://www.barbican.org.uk/tropicalia/home . Já agora, o artigo inserido no blog do Alta Fidelidade mostra o porquê do meu entusiasmo ( www.altafidelidaderuc.blogspot.com ).

Este Pop Dealer, assim como os próximos, insere-se neste entusiasmo colectivo tropicalista. Daí que tenhamos passado revista à excelente colectânea « Tropicalia : a brazilian revolution in sound », editada pela Souljazz em Fevereiro. Desde logo, parece ter havido uma preocupação da editora em não repetir temas que pudessem aparecer no original de '69 « Tropicalia ou Panis et circenses ». Assim, nesta nova colectânea reencontramos apenas dois temas : Panis et circenses e Bat macumba (embora este último, muito oportunamente, também na versão d'Os Mutantes). E nem quanto a isso poderemos criticar a Souljazz, pois tratam-se de dois temas obrigatórios. Percorrendo os trabalhos de um grupo reduzido de músicos que marcou o movimento, encontramos verdadeiras pérolas como Sebastiana de Gal Costa, A minha menina d'Os Mutantes & Jorge Ben, ou mesmo Tropicalia de Caetano Veloso (viciante o seu início em forma de manifesto). Mas também encontramos escolhas menos óbvias, e felizmente acertadas, como Tuareg de Gal, tema que muito agradaria a George Harrison, ou a celebratória Procissão de Gilberto Gil. São 20 temas para acompanhar o album-manifesto de 1969. São 20 viciantes razões para andar meio desligado.

01. Caetano Veloso :: tropicalia [Tropicalia : a brazilian revolution in sound ; 2006]
02. The Bees :: a minha menina [Punchbag ; 2003]
03. Tom Zé :: quero sambar meu bem [Tropicalia : a brazilian revolution in sound ; 2006]
04. Beck :: que onda guero [Guerolito ; 2006]
05. Someone Still Loves You Boris Yeltsin :: what we'll do [Broom ; 2006]
06. Josh Rouse :: Jersey clowns [Subtítulo ; 2006]
07. Jose Gonzalez :: hints [Veneer ; 2003]
08. Jenny Wilson :: common around here [Love and youth ; 2005]
09. The Magic Numbers :: take me out [Franz Ferdinand cover ; 2006]
10. Sambassadeur :: le chanson de Prévert [Sambassadeur ; 2005]
11. Franz Ferdinand & Jane Birkin :: sorry angel [Taratata live version ; 2006]

« O monumento não tem porta. A entrada é uma rua antiga, estreita e torta. E no joelho uma sorridente criança feia e morta estende a mão ... »

- Caetano Veloso in Tropicalia